Aglomeração de Minério de Ferro

INFORMAÇÕES SOBRE O CURSO


Objetivo

Fornecer aos profissionais que atuam na indústria mínero-metalúrgica conhecimentos sobre as formas de preparação dos finos de minério de ferro (sínter feed e pellet feed), para adequá-los à utilização nos processos siderúrgicos, sejam na forma de sínter ou pelotas; assim como, conhecimentos sobre os processos usados do ponto de vista técnico, econômico e ambiental.

Público Alvo

Gestores, engenheiros, técnicos, supervisores operadores que atuam na indústria mínero-metalúrgica, mais especificamente nas operações de mineração de minério de ferro, com vistas a atualizá-los quanto aos usos dos produtos gerados em suas atividades de mineração.

Programa

Introdução

Aspectos da Aglomeração: Econômico, Ambiental e Térmico

 

Minério de Ferro

Ocorrência, Extração, Preparação, Classificação, Concentração e Fluxograma.


Utilização do Minério de Ferro na Siderurgia
Conceitos, Requisitos e Fluxograma

 

Processos de Aglomeração

Sinterização, Pelotização e Briquetagem 


Sinterização

. Histórico, Evolução e Processos – GREENWALT  x  DWIGTH & LIOYD

. Descrição do Processo: Matérias Primas (Sínter Feed), Fluxograma, Localização das Plantas
. Processo de Produção de Sínter: 
Composição da Carga, Requisitos de Qualidade das Matérias Primas, Fundentes/Combustível/Adições

. Máquina de Sinterização: Mecanismo de funcionamento, Variáveis Operacionais e Principais Zonas

. Reações de Sinterização: Composição do Sínter

. Principais Características Exigidas para o SINTE: Química, Física, Metalúrgica e Análise e Ensaios

. Classificação dos Sinteres

. Homogêneo, Heterogêneo Minérios Base e Adições

. Processos de Microaglomeração, Classificação das Partículas, Textura do Sínter Feed

Pátio de Matérias Primas: Homogeneização, Blendagem, Amostragem

. Controle Ambiental no Processo
. Filme do Processo de Sinterização

Pelotização
. Objetivos, Histórico, Evolução, Tipos de Fornos: Rotary-Kiln (rotativo), Traveling Grate (Grelha Móvel), Vertical
Descrição do Processo: Matérias Primas, Minério de Ferro (PFF) Especificações de Qualidade – Física e Química, Localização das Plantas
. Preparação das Matérias Primas:
Beneficiamento do minério: Moagem, Espessamento, Filtragem, Mistura e Aglomeração a Frio;
Componentes: Aditivos/Aglomerantes/Combustível/Fundentes
. Pelotamento: Formação de Pelotas Verdes / Cruas - Disco Rotativo, Tambor, Variáveis operacionais, Granulometria e Classificação
. Processamento Térmico das Pelotas Verdes / Cruas nos  Fornos Grelha Móvel e Rotativo Secagem Pré-Queima, Queima, Resfriamento, Peneiramento da pelota queimada
. Reações Química no interior do Forno de Pelotização
. Requisitos de Qualidade de Pelotas: Química, Granulometria, Resistência a Compressão, Metalúrgica
. Classificação das Pelotas: Aplicação e utilização - AF/RD, Basicidade Binária, Especiais
. Tipologia de Minérios: Influência no Processo de Queima, Influência no Processo de Aglomeração, Influência no consumo de Combustível
. Produção de Pelotas: Participação na Carga Metálica dos Fornos de Redução, Mercado Transoceânico, Perspectivas
. Controle Ambiental no Processo
. Filme do Processo de Pelotização
 
Resumo – atividades/avaliação
. Comparação:  Sinterização x Pelotização
. Sínter Feed  x Pellet Feed
. Sínter x Pelota


Carga horária para treinamentos "in company":  40 horas - sendo 8 horas para visita à área.

Carga Horária

32h
INSCRIÇÕES
ABERTAS

De 16/08 a 19/08/2022
Carga Horária: 32h

Aula Presencial
Belo Horizonte | MG
Aulas de 8:30 às 12:00 horas
QUER SABER MAIS SOBRE O CURSO?
Entre em contato conosco.

    VOCÊ TAMBÉM PODE SE INTERESSAR POR:

    Aglomeração: Técnica de Reaproveitamento de Resíduos Industriais


    Geologia & Mineração > Processo Mineral & Metalúrgico

    Amostragem e Balanço de Massas


    Geologia & Mineração > Processo Mineral & Metalúrgico

    Bombeamento de Polpas


    Geologia & Mineração > Processo Mineral & Metalúrgico